A história da aeronave Douglas DC-3

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

dc3

A aviação possui vários ícones em sua história, sem nenhuma dúvida, um dos maiores que podemos citar é o Douglas DC-3. Vamos conhecer hoje um pouco da sua história e o porquê de sua importância para a indústria aérea.

O Douglas DC-3 é um avião bimotor, movido a hélices, produzido em grande número, tanto na década de 1930 e 1940. Suas versatilidade e robustez lhe garantiram a característica de ser a espinha dorsal dos sistemas de transporte da maioria dos países ao redor do mundo.

Douglas_DC-3,_SE-CFP

A história do DC-3 se inicia ainda em 1933, com o projeto do Douglas DC-1, que foi criado para atender a um pedido da companhia TWA, já que a Boeing havia se tornado incapaz de atender a mais nenhuma companhia enquanto não entregasse 60 aeronaves Boeing 247 para a United Airlines.

O DC-1 acabou gerando o DC-2 em 1934 e após a insistência do presidente da American Airlines, o DC-3 foi criado, realizando o seu voo inaugural no final do ano de 1935. Desde então, o mercado aéreo foi revolucionado, sendo possível a realização de voos domésticos e transcontinentais em uma nova aeronave.

Em toda a sua história, foram produzidas 16 mil unidades do DC-3 e de sua versão militar C-47, sendo o seu ápice o período da Segunda Guerra Mundial. Após o encerramento do conflito, muitas companhias aéreas de todo o mundo adquiriram aeronaves desse modelo e as converteram em aviões civis para o transporte de passageiros e carga.

douglas-dc-3

A maioria dos concorrentes tentaram construir um substituto para ele, entretanto, mesmo atingido pela obsolescência, nenhum outro aparelho pôde ser mais robusto, versátil e econômico do que o DC-3. Muitas companhias aéreas pelo mundo permaneceram com os seus aparelhos em uso até a década de 1970, servindo passageiros em rotas onde se saía melhor.

Muitas dessas aeronaves permanecem em operação até hoje executando diversas atividades diferentes. É muito comum em empresas de passeios aéreos ou de paraquedismo, mas existem até pequenas empresas em locais isolados, que os utilizam para realizar serviço regular de transporte de passageiros.

Muitos outros aparelhos se encontram conservados e em exibição em museus por todo o mundo, alguns abertos a visitação e outros mostrando apenas o exterior do avião que revolucionou a forma de voar.

Até a próxima!!

Fontes: DC-3 History, Fly DC-3, Aviation History, History Net, Flying Magazine

Veja também: O milagre do voo US 1549