Como foi inventada a carne de soja

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email 0 0 Flares ×

download

Muitas pessoas que possuem algum tipo de restrição quanto a comer proteína animal encontram na proteína texturizada de soja um aliado para realizar tal substituição. O produto é também muito conhecido como carne de soja. Vamos conhecer hoje um pouco de sua história e de seus usos:

No início do século XX, alguns membros da Igreja Adventista do Sétimo Dia dos Estados Unidos estavam à procura de uma alternativa à carne, já que boa parte de seus membros era composta por vegetarianos. Em 1922, após realizar experimentos e pesquisas, foi lançado o primeiro produto baseado na proteína texturizada de soja.

11644642

Após um período de três décadas, a técnica mais utilizada para a sua produção foi criada: a extrusão termoplástica. Esse método ocorre quando o que restou do processo de extração do óleo de soja é aquecido e submetido a altas pressões e ao final se parece com carne moída, tendo um teor de 50% de proteína. Posteriormente, foi desenvolvido o processo de fiação que chega a possuir 90% de proteínas.

Apesar de sua fama entre os vegetarianos, a carne de soja possui muitos outros usos na indústria alimentícia bem diferentes daqueles que foram pensados inicialmente. O principal uso que vemos hoje é para encorpar a massa de embutidos como por exemplo: salames, mortadelas e salsichas.

De qualquer forma, como todo alimento que consumimos, a proteína texturizada de soja divide especialistas, muitos acreditam que se trata de um alimento que deve ser consumido sem restrições, pois além de não possuir colesterol, ainda combateria a osteoporose. Outros acreditam que por passar por processos químicos, o produto poderia ser nocivo para a saúde, e seria inclusive agravador da osteoporose.

Até a próxima!!

Veja também: Como surgiu o cartão de crédito??

Fontes: Superinteressante, Estopim, Saúde Integral