Como se faz a goma de mascar?

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

goma de mascar

O homem utiliza a goma de mascar desde a idade antiga quando, pela primeira vez mascou as resinas de árvores. Os primeiros relatos de sua utilização remontam a Grécia antiga. Mas você sabe como é fabricada a goma de mascar?

Todo o procedimento de fabricação das gomas de mascar se inicia na goma base, antigamente ela vinha da seiva de árvores, extraída naturalmente, por isso acabava se tornando mais cara, desde os anos 40, ela passou a ser feita de derivados do petróleo.

seiva

A goma base é derretida a 90º C em um grande misturador, em seguida, é misturada com açúcar. Essa mistura também recebe o xarope de glicose, que é o responsável por deixar a goma mais macia e pegajosa. Tudo permanece misturando e mexendo por volta de 25 minutos.

Após a formação da massa, deve-se dar a forma desejada a ela, o processo de extrusão força a massa por um orifício, por onde ele sai de forma parecida com a pasta de dentes quando se aperta o tubo. Nessa fase que tomam forma também os chicletes recheados com líquidos, para isso, são finalizados com a injeção do recheio por uma máquina enquanto passam pelo orifício da extrusora.

chicle

Depois que passa pelo processo de extrusão, a massa já está moldada, mas não pode ser cortada ainda, devido à sua temperatura, assim ela necessita passar pela sala de resfriamento, que dura por volta de 24 horas à temperatura de 15º C, ou 15 minutos à temperatura de 5º C.

Agora as gomas são finalmente cortadas conforme a necessidade do fabricante, na fase de corte, os chicletes recebem mais uma polvilhada de açúcar, com o fim de diminuir o grude da goma.

chiclete

A embalagem encerra todo o processo, feito de forma automatizada, leva os chicles até a embalagem individualizada e em grupos até a caixa ou o saco.

Depois é só consumir, a não ser que você esteja em Singapura, porque lá é proibido…

Até a próxima!!

Fontes: Mundo Estranho, Folha de São Paulo, Superinteressante