Kolmanskop – A cidade fantasma dos diamantes

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email -- 0 Flares ×

images (7)

Hoje vamos conhecer mais uma cidade fantasma: Kolmanskop, localizada no deserto da Namíbia. Uma cidade construída para apoiar a exploração de diamantes e que hoje é invadida apenas pela areia, mas que conserva muito da arquitetura alemã de sua época. Conheça hoje a cidade de Kolmanskop.

cidade de Kolmanskop tem esse nome devido a um homem chamado Johnny Coleman ter abandonado sua carroça próximo ao local durante uma tempestade de areia. Seu nome significa em africâner: Colina de Coleman.

189490454_d498717dd5_o

A história do local se inicia em 1908, quando um trabalhador da construção do caminho de ferro que passava pelo local, que atendia pelo nome de Zacharias Lewala, encontrou um enorme diamante. Após mostrar a pedra preciosa para seu supervisor, a área foi declarada área de mineração e atraiu muitas pessoas interessadas na prosperidade que a mineração traria.

A cidade cresceu de forma rápida e em pouco tempo possuía várias facilidades que a tornavam uma cidade evoluída: cassino, teatro, fábrica de gelo, pista de boliche, comércio, água encanada, rede telefônica e telegráfica, era servida pela estrada de ferro, possuía serviço de bonde e um bom hospital equipado com a primeira máquina de raio-x de todo o hemisfério sul. Até mesmo um grupo de funcionários trabalhava diariamente na retirada da areia que se acumulava nas ruas.

Namibie_Kolmanskop_02

A cidade começou a ver o seu declínio com a Primeira Guerra Mundial, após o final do conflito, o local deixou de ser colônia alemã e nos anos seguintes viu as jazidas de diamantes se esgotarem completamente. As pessoas foram saindo da cidade aos poucos, os últimos moradores deixaram o local na década de 50.

Hoje é possível visitar Kolmanskop através de um passeio turístico, para isso, os visitantes precisam de uma autorização especial que pode ser comprada nos portões da cidade. O governo da Namíbia tira um pouco da areia de algumas residências e prédios para possibilitar a visitação do público.

Até a próxima!!

Fontes: Cidades Abandonadas, Cidades Esquecidas, Daily Mail, Mitologias e Mistérios