7 fatos que você deveria conhecer sobre os camaleões

 

camaleões

Os camaleões são conhecidos principalmente pela sua capacidade de mudar de cor, são encontrados em locais diferentes do globo e possuem características que os tornam únicos no reino animal. Assim sendo, veja agora 7 fatos que você deveria conhecer sobre os camaleões:

Olhando para todos os lados

Uma das outras características impressionantes dos camaleões é a capacidade de enxergar em diferentes direções ao mesmo tempo e girar seus olhos em 360 graus;

Onde estão

A maior parte das espécies de camaleões é encontrada na África Subsaariana e na Ilha de Madagascar. Na verdade, das aproximadamente 80 espécies conhecidas, mais de 50 estão na Ilha;

camaleões

A alteração da cor

A maioria das espécies de camaleões pode alterar a sua cor e o fazem principalmente com os intuitos de caçar ou se defender de predadores. Além disso, por terem sangue frio, as alterações de sua cor servem também para controlar a sua temperatura corporal;

Tamanho

Dependendo da espécie, o animal pode ter de 1,5 centímetro até incríveis 70 centímetros de comprimento;

A língua

Surpreendentemente, a sua língua possui aproximadamente 1,5 a 2 vezes o comprimento do seu corpo e é lançada à uma grande velocidade, em algumas espécies, pode chegar a quase 200 quilômetros por hora, atingindo seu alvo em menos de um décimo de segundo;

camaleões

Alimentação dos camaleões

Em geral, a alimentação da maioria dos camaleões é formada por insetos, vermes e pequenos caracóis mas uma pequena parcela deles é vegetariana.

Perigo de extinção!!

Várias espécies espalhadas por vários locais do mundo estão sendo ameaçadas de extinção, em geral devido a expansão das populações humanas e consequente destruição de seus habitats. Ademais, o avanço da poluição também tem sido responsável por parte da diminuição da quantidade de animais.

Isto é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Veja também: Como o camaleão muda a sua cor??

Curta nossa fanpage no Facebook!!

Fontes: Mega Curioso, Curto e Curioso, UOL