7 fatos que você deveria conhecer sobre Charles Ponzi

  • por

Por certo você já deve ter ouvido falar de Charles Ponzi, um vigarista que criou o maior esquema fraudulento do século XX e que teve a duvidosa honra de dar o seu nome de um dos golpes mais praticados e com potencial de causar prejuízos às pessoas. Então, Charles Ponzi é a figura que trazemos para a série dos 7 fatos de hoje.

  1. Não o primeiro, mas o mais famoso

Charles Ponzi não foi o primeiro a realizar o esquema que leva o seu nome, mas certamente foi o mais bem sucedido em seu intento. Na verdade, existem relatos de esquemas parecidos com o de Ponzi desde o final do século XIX;

  1. Italiano nos Estados Unidos

Ele era um italiano da cidade de Lugo, mas foi nos Estados Unidos, para onde imigrou em 1903 que se iniciou a sua carreira de pequenos delitos e estelionatos. Foi demitido de um restaurante por enganar os clientes e logo depois se mudou para o Canadá;

  1. Estelionato em escala industrial

Mas foi no Canadá que ele aprendeu a arte do estelionato em escala industrial. Lá ele conseguiu um emprego no Banco Zarossi, instituição bancária que pagava mais que o dobro de juros para depósitos do que as outras instituições do Canadá. Não havia outro resultado possível, em pouco tempo o banco quebrou e o dono fugiu para o México com aquilo que pôde reunir de dinheiro;

  1. Prisões sucessivas

Depois da falência de seu patrão, foi preso duas vezes: uma no Canadá por fraude em um cheque e outra nos EUA por facilitação de entrada de imigrantes ilegais;

  1. Nem de todo o mal

Esse item serve para provar que ninguém é sempre mau. Depois de ser libertado da prisão pela segunda vez, Ponzi conseguiu um emprego como enfermeiro em um campo de mineração. Quando uma colega sofreu queimaduras graves, Ponzi se ofereceu para doar 1,4 M² de sua própria pele. As operações subsequentes resultaram em pleurisia para Ponzi;

  1. Esquema e prisão

Seu esquema consistia em algo parecido ao que hoje conhecemos como pirâmide financeira e lesou milhares de pessoas entre os anos de 1919 e 1920 em valores próximos a 20 milhões de dólares. Pelos crimes, cumpriu pena de 12 anos e em seguida foi deportado de volta para a Itália;

  1. Vindo ao Brasil

Charles Ponzi continuou sua vida de pequenos golpes na Itália até conseguir emprego na empresa aérea estatal italiana Alia Litoria. Depois do encerramento das atividades da empresa no Brasil, ele ficou no país até sua morte no Hospital São Francisco de Assis da Universidade Federal do Rio de Janeiro, em 18 de janeiro de 1949.

Isso é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa fanpage no Facebook!!

Veja também: Poe Toaster – Mais um mistério de Edgar Allan Poe7 fatos que você deve saber sobre Benjamin Franklin 2

Fontes: Biography, Folha de São Paulo, Monitor de Fraudes, Superinteressante, Fatos Desconhecidos, Factinate