7 fatos que você deveria conhecer sobre Marie Curie – 2

  • por

Marie Curie foi uma cientista polonesa que teve a honra de ser a única pessoa do mundo a ser agraciada com dois prêmios Nobel das áreas das ciências. Por certo, um grande nome a ser conhecido, não é verdade?? Então, vamos apresentar mais alguns detalhes sobre a vida dela.

  1. Pesquisando a radioatividade

O cientista Henry Becquerel descobriu as propriedades de uma espécie de “atividade estranha” do urânio, em 1898. Da mesma forma, durante os estudos desenvolvidos na área, Marie Curie aprendeu que o tório também possuía essa mesma atividade;

  1. Pierre Curie

Marie se casou com Pierre Curie em 1895, com quem trabalhou vários anos. Dividiu com ele e com Henry Becquerel o Prêmio Nobel de Física de 1903. Ela ficou viúva em 19 de abril de 1906;

  1. Prêmios Nobel da família

Surpreendentemente, a sua família teve registros de mais prêmios Nobel, ao londo dos anos. Sua filha, Irene Joilot Curie e o marido, também foram ganhadores do Prêmio Nobel de Química de 1935;

  1. Dormindo com o inimigo

Marie Curie mantinha uma amostra do elemento químico Rádio ao lado de sua cama. De acordo com testemunhas, ela o utilizava para iluminar o ambiente;

  1. Admirando a morte

Foi ela quem descobriu o polônio e o rádio e costumava carregar um pouco em seu bolso, admirando o brilho dessas substâncias. Mas ela carregava aquela que seria a sua algoz: foi a radiação que acabou causando a sua morte;

  1. Colaborando na Grande Guerra

Nem todo mundo sabe, mas Marie Curie auxiliou no esforço de guerra aliado durante a Primeira Guerra Mundial. Para isso, ela desenvolveu unidades de radiografia móvel para fornecer serviços de raios X a hospitais de campanha do exército;

  1. Os perigos da radiação

Marie Curie morreu em 1934, quando possuía 66 anos, em um sanatório em Sancellemoz, na França. De acordo com registros médicos, o seu diagnóstico apontou anemia aplástica devido à exposição à radiação no curso de suas pesquisas científicas e no decorrer de seu trabalho radiológico em hospitais de campanha durante a Primeira Guerra Mundial. Infelizmente, ela desenvolveu o campo do conhecimento humano, mas não sabia os riscos envolvidos nas atividades que desenvolvia.

Isso é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa fanpage no Facebook!!

Veja também: 7 fatos que você deve saber sobre Albert Einstein 3Os uso de gás venenoso na Primeira Guerra Mundial

Fontes: Biography, Mental Floss, The Fact File, Kick Ass Facts, Tons Of Facts