7 fatos sobre o filme “Um Lugar Silencioso” – 2

  • por

O filme “Um Lugar Silencioso” foi lançado em 2018, dirigido por John Krasinski e tendo ele próprio, Emily Blunt, Millicent Simmonds e Noah Jupe em seu elenco. Então, no artigo de hoje, vamos conhecer a segunda parte das curiosidades sobre esse silencioso filme.

  1. Aparência da criatura

As cenas do filme já haviam sido gravadas e não havia sido decidido qual seria a aparência final da criatura. Essa aparência foi definida apenas durante a pós-produção da obra. Por fim, os atores ficaram surpresos como a criatura ficou;

  1. O choro do diretor

Millicent Simmonds fez uma sugestão para John Krasinski na qual deveria ser alterada uma parte do roteiro na cena entre ele e seus filhos no caminhão. No roteiro original, ele deveria sinalizar “eu te amo” mas a atriz sugeriu que ele poderia sinalizar: “eu sempre amei você”. Essa alteração emocionou o diretor a ponto de fazê-lo chorar;

  1. Nunca mencionar o nome

Apesar de que os personagens do filme “Um Lugar Silencioso” tem os nomes no roteiro, eles nunca são mencionados no filme;

  1. O peso da cena

Foram utilizadas 20 toneladas de milho para a cena do silo;

  1. Começando a gostar de filmes de terror

Antes de gravar o filme “Um Lugar Silencioso” o diretor John Krasinski não se considerava fã de filmes de terror. No entanto, durante o período em que ele se preparava para a gravação, assistiu a vários filmes do gênero e os acompanhou de forma bastante profissional. Uma das ideias que John Krasinski teve foi anotar os momentos e as cenas que o assustavam, logo depois disso, ele assistiu novamente as mesmas cenas e analisou o que exatamente o deixava assustado;

  1. Especulação do universo do filme

Uma das especulações que surgiram quando da produção e filmagem de “Um Lugar Silencioso” é que ele seria ambientado no mesmo universo dos filmes Cloverfield. Isso até chegou a ser pensado pelos roteiristas Brian Woods e Scott Beck, mas no final os produtores decidiram seguir o próprio caminho e contar uma nova história;

  1. No escurinho do cinema

O diretor, os produtores e os engenheiros de som recomendaram que assistir o filme no cinema é melhor. Mas não pense você que eles estão fazendo isso apenas para ganhar mais dinheiro, o motivo para tal recomendação é que a forma como o filme foi projetado permite que todos os sons que foram gravados sejam ouvidos e atuem como pistas para o que está por vir, e se alguém o assistir em casa boa parte desses sons podem ser perdidos.

Isso é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa nossa página no Facebook para ficar por dentro das nossas postagens!!

Veja também: 7 fatos sobre o filme “O código da Vinci”

* Salvo aquelas que são de domínio público, todos os direitos autorais sobre as obras audiovisuais deste artigo pertencem aos seus proprietários.

Fontes (pesquisa e/ou material audiovisual): Buzzfeed, Papelpop, Jornada Geek, The Things, Horror Freak News