A história da chegada do homem à Lua

 

lua 3

Tempos atrás, falamos das teorias que existem dizendo que o homem não foi até a Lua em 1969, hoje falaremos sobre a história oficial dessa conquista da humanidade. Poucos fatos ocorridos durante o século XX foram tão importantes e ao mesmo tempo controversos quanto a chegada do homem a Lua. Conheça hoje um pouco de sua história.

Plano de fundo

Boa parte daquilo dos avanços tecnológicos ocorridos nos anos 60, se deveu a grande corrida espacial e armamentista da qual tomaram parte os Estados Unidos e a União Soviética. Cada um deles competia pela arma mais potente, pela missão mais avançada, pelo melhor equipamento e pela propaganda que mostrasse sua supremacia em relação ao adversário.

Nessa corrida espacial, os soviéticos enviaram à órbita da Terra o cosmonauta Yuri Gagarin em 1961. Então o presidente norte-americano da época, John Kennedy, disse que antes que a década de 60 terminasse, seria enviado um homem à Lua.

a chegada do homem à Lua

 

A realização da promessa

A promessa feita por Kennedy foi cumprida no dia 20 de julho de 1969, quando o astronauta Neil Armstrong, depois de ter escorregado na descida das escadas do módulo lunar, pisou na lua, mais precisamente no Mar da Tranquilidade e com isso deixou sua pegada como o primeiro ser humano a pisar em nosso satélite. Em seguida, Armstrong foi seguido por Buzz Aldrin. Os dois coletaram vários quilos de pedras para serem estudados pelos cientistas. Nesse meio tempo, Michael Colins permaneceu na nave orbitando a lua, aguardando o retorno dos outros homens.

Foram recepcionados com festa após o sucesso de sua missão e são até hoje admirados por terem feito parte da missão que levou o primeiro homem à Lua.

a chegada do homem à Lua

Apesar de todas as controvérsias e alegações de que chegada do homem à Lua seria uma farsa, que tudo seria uma jogada dos EUA para ganhar a corrida espacial, oficialmente, foram enviadas mais seis missões com mais dezoito pessoas em missões destinadas a Lua. O programa Apolo permaneceu sendo executado até o ano de 1972.

Entretanto, os custos atualizados da Missão Apolo chegam a 90 bilhões de dólares, e esse foi um dos motivos da não continuação do programa. Assim sendo, uma missão não tripulada tem custos muito menores do que isso, muito menos riscos e consegue melhores resultados. Ademais, outra alegação para o fim da Missão Apolo é que o que tinha de ser feito já havia sido feito e não necessitaríamos retornar.

Veja também: O homem foi realmente à Lua? e Qual a importância da Lua para o planeta Terra?

Isto é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa Fanpage no Facebook!!

Fontes: Brasil Escola, Terra, Só História, O Povo