A grande inundação de 1993

  • por

Hoje vamos contar uma história de uma grande catástrofe ocorrida nos Estados Unidos. Surpreendentemente, o mais interessante nessa história é que não foi apenas uma catástrofe, mas sim um ato deliberado realizado por uma só pessoa que tinha vontade de fugir de sua esposa. Assim sendo, conheça agora a história da grande inundação de 1993.

A grande inundação

Em julho de 1993, vários estados do meio-oeste americano estavam enfrentando a fúria dos elementos. Os rios Mississipi e Missouri vinham sendo atingidos por fortes chuvas em seus leitos e em seus afluentes e muitos locais já haviam sido inundados. Com isso, vários estados e muitas cidades estavam embaixo da água.

Essa situação acabou dando uma ideia ao morador da cidade de West Quincy no Estado de illinois, seu nome era James Robert Scott e como ele queria ficar afastado de sua esposa que trabalhava em uma cidade vizinha e para retornar para casa tinha que passar por uma ponte, resolveu retirar alguns dos sacos de areia que formavam o dique que evitava que a região fosse inundada.

Mas o que Scott não contava era que a inundação seria muito maior do que o planejado, na verdade a ponte que ele queria atingir ficou inutilizada por quase três meses, várias empresas foram destruídas e foram inundados quase 57 quilômetros quadrados de área.

Após uma pequena investigação percebeu-se que o culpado do crime era Scott. Ele, além de possuir passagens pela polícia, duas delas por incêndio criminoso, assim que pôde, se gabou que a enorme inundação havia sido obra dele.

Scott acabou sendo condenado à prisão perpétua, mesmo assim existem muitas pessoas que acreditam que Scott era inocente. Entre elas está Adam Pitluck, que escreveu o livro “Damned to Eternity”, onde diz que na verdade o condenado pela inundação de 1993 é inocente.

Isto é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa fanpage no Facebook!!

Fontes: KHQA, Weather, Megacurioso