A teoria do Planeta irmão da Terra

 

moon-formation-theories-theia-theory-impact-problems

Você já deve ter ouvido falar que os astrônomos descobriram a existência de planetas parecidos com a Terra em outros sistemas solares. Vários desses planetas podem até mesmo abrigar formas de vida se possuírem condições propícias para tal. O que talvez você nunca tenha ouvido é que existe uma teoria que diz que a Terra teria possuído um planeta gêmeo e foi após um choque com tal corpo que foi formada a Lua.

O nome de nosso planeta irmão, segundo tal teoria, se chamaria Theia e após um longo período de movimentação acompanhando a nossa órbita, chocou-se conosco.

Essa teoria foi formulada na década de 80 e a partir de então, passou a ser considerada como a teoria mais provável para explicar a formação de nosso satélite. O choque ocorrido teria vaporizado o planeta, acrescendo massa à Terra e formando a Lua. Tal choque teria ocorrido devido ao fato de os dois planetas compartilharem a mesma órbita e o movimento de Theia ser caótico, tornando a ocorrência do choque entre os dois planetas uma questão de tempo.

nasaplanetaterra01

Considerando a teoria como a correta, podemos imaginar que se tal choque não tivesse ocorrido, provavelmente teríamos vida em outro planeta bem próximo a nós, possibilitando inclusive, que fosse possível a povoação de tal local, caso a vida não fosse mais possível em nosso planeta.

Por outro lado, a teoria é criticada por pesquisadores  que dizem que se assim fosse, a Lua deveria possuir uma massa de pelo menos 70% da massa da Terra e possuir uma composição bem diferente da encontrada em nosso planeta, outra evidência que não é encontrada quando se analisa a geologia do nosso planeta.

Até a próxima!!

Veja também: Você sabe que poluímos a Lua? Conheça o lixo lunar e Qual a importância da Lua para o planeta Terra?

Fontes: BBC, Mega Curioso, El País