7 fatos incríveis sobre o Deserto do Atacama – 2

atacama

Todos nós sabemos que o Chile é um país fantástico, com muitos lugares maravilhosos para conhecer, entre eles, está o Deserto do Atacama, um lugar que abriga muitos fatos e curiosidades que nem todas as pessoas conhecem. No artigo anterior conhecemos algumas delas e hoje daremos continuidade a esses fatos sobre esse lugar incrível. Acompanhe agora 7 fatos incríveis sobre o Deserto do Atacama – 2.

  1. Banho Gravitatório

Quem disse que somente é possível gravitar no espaço ainda não conheceu as famosas lagunas de São Pedro de Atacama, consideradas um espetáculo à parte, devido a alta salinidade da água quem mergulhar nelas não afunda e pode desfrutar de um verdadeiro banho gravitatório.  De fato, a Laguna de Piedra é um dos lugares mais visitados para praticar esse tipo de banho, os turistas poderão boiar o quanto quiserem nas águas azuis esverdeadas deste belo lago. Assim sendo, se você está pensando em visitar o Deserto do Atacama não deixe de experimentar esta sensação. Já falamos um pouco desse fenômeno no artigo: Porque a água do mar é salgada?

  1. Trópico de Capricórnio

O Deserto do Atacama está na mesma latitude do trópico de Capricórnio.  Esse é o marco astronômico que marca o posicionamento do sol mais ao sul em relação à linha do Equador,  também conhecido como solstício de verão;

  1. Vulcões

vulcão

A região do Deserto do Atacama é formada por uma grande quantidade de vulcões com altura superior a 5000 metros do nível do mar. Entre os mais famosos estão o Licancabur, Láscar e o Sairecabur. Na maioria dos vulcões é possível chegar bem próximo e em alguns subir até o topo;

  1. Salar do Atacama

O Salar do Atacama é um grande lago de águas salinas formado pelas chuvas no altiplano e nas altas montanhas e ficam estagnadas na bacia do Rio. Com o passar do tempo, se forma uma crosta de sal e outros sedimentos das montanhas que são transportados pelo vento e pela água,  formando assim a maior reserva salina do Chile.

  1. Geoglifos de Chug Chug (desenho nas montanhas)

geoglifos de chug chug

Surpreendentemente, um dos lugares menos conhecidos do deserto são os Geoglifos de Chug Chug, que são desenhos feitos nas montanhas do deserto. É um local fantástico pois foram feitos na encosta de uma montanha e tem diversas formações, como círculos, animais, figuras geométricas, entre outros. Mas é um lugar pouco explorado também por ser de difícil acesso, para chegar até os geoglifos é necessário enfrentar aproximadamente 40 km de estrada de chão no meio do deserto.

  1. Igreja São Pedro de Atacama

San Pedro do Atacama

A principal paróquia daquelas terras possui data de fundação desconhecida, mas funciona desde aproximadamente o ano de 1641. Os seus famosos arcos na parte externa da construção são datados de 1744. A igreja é local de parada obrigatória para os turistas, principalmente para observar os materiais que foram usados para construção da igreja, entre eles estão palha, árvores da região, cactos, couro de lhama entre outros materiais. Por certo, é difícil acreditar que a igreja se encontra em pé até os dias atuais.

  1. A mão gigante

mão do deserto

Nas margens da rodovia chilena,  é possível conhecer a mão do deserto, esculpida em 1992 pelo chileno Mário Irarrazabal, possui mais de 10 metros de altura e muitas lendas sobre a famosa Mão Gigante que é um dos pontos turísticos mais visitados no Chile. Contudo, essa não é a única do mundo, o artista também esculpiu uma mão semelhante a esta em Punta del Este no Uruguai.

Isto é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Veja também: Conheça o incrível Salar de Uyuni

7 fatos que você deveria conhecer sobre o sal

A misteriosa Zona do Silêncio

Curta a nossa fanpage no facebook!!

Fontes: Casal Nômade, Hotel Urbano, Viaje Comigo, Gold Trip, Suas Próximas Viagens, Mochilão Barato