Cinco previsões de fim de mundo que falharam – 2

  • por

O ser humano prevê que o mundo, ou a vida na Terra, se acabará em algum dia desde os tempos mais remotos. No entanto, não são todos que se arriscam em dizer uma data ou época exata em que ocorrerá. Então, no artigo de hoje vamos conhecer mais algumas previsões de fim de mundo ou de grandes desgraças que felizmente não se confirmaram.

O ano 2000

Claro que o evento citado nesse item também ocorreu no ano 1000, mas devido ao sistemas de informação e ao progresso do mundo o ano 2000 viu uma histeria coletiva muito maior.

Para falar daquele ano iniciaremos com Nostradamus que previu que em julho de 1999 ocorreria o Armagedom com um grande rei do terror que deveria descer do céu. Outras pessoas acreditavam que a sonda espacial Cassini cairia do céu carregada de combustível radioativo cumprindo a previsão contida no livro do Apocalipse 8:11.

Por fim, não podemos esquecer do bug do milênio que deixou em polvorosa milhões de pessoas que acreditavam que os computadores entrariam em um estado que destruiria a vida como conhecemos.

O fim do mundo de Charles Wesley

Charles Wesley

Charles Wesley foi um dos fundadores da Igreja Metodista e, para o religioso, o mundo acabaria em 1794. Ademais, essa previsão curiosamente coincidia com uma outra previsão daqueles que acreditavam na segunda aparição de Jesus Cristo por uma seita religiosa fundada no século XVIII, na Inglaterra, a “Sociedade Unida dos Crentes”.

As repetidas previsões das Testemunhas de Jeová

Alguns membros da igreja conhecida como Testemunhas de Jeová fez uma série de previsões sobre o fim do mundo desde 1914 baseado suas crenças nas profecias do livro de Daniel. A cada vez que a previsão não se confirmava a data era alterada para um período seguinte. Isso ocorreu em 1914, 1915, 1918, 1920, 1925, 1941, 1975 e 1994.

A conjunção planetária de Albert Porta

Albert porta era um meteorologista que previu, em 17 de dezembro de 1919, uma conjunção planetária formada por 6 planetas do sistema solar. De acordo com ele, isso iria causar uma corrente magnética que iria destruir o sol, causar grandes explosões de gás e talvez engolir a Terra. Então, passou a ser registrados episódios de histeria coletiva causada pela informação e até mesmo alguns suicídios em vários locais.

Cometa Hale Bopp

Cometa Hale Bopp. Crédito: Geoff Chester

O cometa Hale Bopp ficou visível a olho nu por um recorde de 18 meses durante a década de 1990. Chuck Shramek, um astrônomo amador morador dos Estados Unidos observou um objeto que acompanhava o cometa. Então, para relatar a sua descoberta, ligou para o programa de rádio Coast to Coast do apresentador norte-americano Art Bell. Logo depois, muitas pessoas passaram a acreditar em uma grande variedade de teorias de fim de mundo. Algumas dessas pessoas pertenciam ao culto Heaven’s Gate e acreditaram que esse era o sinal para cometer suicídio em massa em março de 1997. Para os membros do culto, o objeto que Shramek avistou se tratava de uma nave que buscava ser alcançada e a oportunidade seria essa ou ela iria embora do Planeta Terra.

Isso é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa nossa página no Facebook para ficar por dentro das nossas postagens!!

Veja também: 5 casos impressionantes de coincidências

* Salvo aquelas que são de domínio público, todos os direitos autorais sobre as obras audiovisuais deste artigo pertencem aos seus proprietários.

Fontes (pesquisa e/ou material audiovisual): Listverse, Enciclopédia de Cromos, Visual Hunt, USP