Como foi construída a Ponte Rio-Niterói??

 

503073-ponte-rio-niteroi-fotos-1

As cidades do Rio de Janeiro e de Niterói são separadas pela Baía da Guanabara e durante vários anos a população necessitava dar a volta para circular entre uma cidade e outra ou então utilizar de uma balsa que demora aproximadamente duas horas para fazer a travessia​.

Um sonho antigo

O sonho de facilitar a travessia da Baía da Guanabara existia desde o período do Império do Brasil e em 1875 o imperador Dom Pedro II encomendou um estudo realizado por um engenheiro da Inglaterra com o objetivo de construir um túnel sob a Baía de Guanabara.

barcas

A ideia dessa passagem não teve prosseguimento e permaneceu apenas como um sonho até 1963, quando foi criado um grupo de trabalho com o objetivo de projetar a construção de uma ponte que ligaria as duas cidades.

Escolhendo o projeto da Ponte Rio-Niterói

Para a construção da ponte foram estudados vários projetos que possibilitavam travessia da Baía da Guanabara. Após os estudos iniciais, restaram três projetos principais: um deles, o mais curto, reduzia de forma substancial o custo da obra mas devido à sua proximidade do aeroporto Santos Dumont não poderia exceder a altura de 50 metros e isso prejudicaria a navegação.

Santos_Dumont rio niteroi

Por outro lado, havia a opção que seria a melhor para navegação na Baía da Guanabara e para a localização do Aeroporto Santos Dumont, mas o defeito dessa ideia é que a Ponte Rio-Niterói seria muito mais longa e consequentemente muito mais cara.

Ao final, o projeto intermediário, que ficava entre os dois projetos anteriores, tanto no que se tratava de custo e de distância e que atendia aos padrões de segurança, tanto aéreas como navais, foi o escolhido pelo Ministério dos Transportes da época.

A execução

construcao_ponte_rio_niteroi_guindaste

Em 1968, então presidente do Brasil, o General Arthur da Costa e Silva autorizou a construção de uma ponte que ficaria sobre a responsabilidade de Mário Andreazza que na época era o Ministro dos Transportes. A cerimônia simbólica de início das obras teve a presença da rainha do Reino Unido, Elizabeth II e do Príncipe Filipe, o Duque de Edimburgo. As obras propriamente ditas tiveram início no mês de janeiro de 1969. Com o objetivo de angariar fundos para a construção da obra o governo brasileiro retirou empréstimo junto a bancos britânicos no valor de 22 milhões de dólares na época e emitiu títulos da dívida pública.

Para construir as fundações da ponte Rio-Niterói foi necessária a importação de equipamentos de tecnologia e a realização de algo inédito no Brasil, para atingir o leito da Baia da Guanabara e encontrar a rocha que pudesse sustentar o peso da ponte foi necessário que os equipamentos trabalhassem dentro de tubos metálicos que os protegiam da água do mar.

Construção-da-Ponte-Rio-Niterói-Acervo-O-Globo

Logo que se faziam as perfurações e se colocavam as tubulações metálicas, acima delas eram construídas cada uma das fundações da ponte com concreto maciço, acima da base de concreto eram encaixados os pilares e sobre tais pilares eram encaixadas as estruturas pré-moldadas que formavam as pistas da ponte.  Apenas vão Central não foi construído dessa forma pois não havia condições de se fazer peças de concreto tão longas para isso foram utilizados grandes blocos metálicos que fecharam o vão existente.

ponte rio niterói

A previsão inicial para término da construção da ponte era o dia 15 de março de 1971, pouco mais de dois anos do início da construção. Bem, estamos no Brasil e o que ocorreu com execução da construção da ponte foi que o primeiro consórcio escolhido para construção da ponte na época era formado pelas construtoras Ferraz Cavalcante, Construtora Brasileira de Estradas, Empresa de Melhoramento e Construções S.A. e Servix Engenharia S.A., não haviam conseguido manter o projeto de forma satisfatória, assim sendo, na metade do ano de 1970, o Ministro Mário Andreazza passou a responsabilidade da obra para o consórcio que havia ficado em segundo lugar e era formado pelas empresas Construções e Comércio Camargo Corrêa S.A., Construtora Mendes Júnior S.A., Construtora Rabello S.A. e Sérgio Marques de Souza S.A.

A obra foi mantida até o final com essas empresas e foi inaugurada em 04 de março de 1974.

Histórias não contadas

As histórias mais impressionantes da construção da Ponte Rio-Niterói dão conta de que toda inovação trazida para realização de tal obra cobrou o seu alto preço em vidas humanas. Oficialmente, existem relatos de que 32 pessoas morreram durante o processo de construção, outras fontes extra oficiais dizem que devido à censura que existia na época, muitos dos acidentes que ocorreram não foram divulgados e o número de mortos pode passar das centenas.  Em geral, os principais motivos de tais mortes foram: a falta de treinamento por parte das empresas, as regras mais complacentes de segurança do trabalho e à imprudência dos operários.

Ponte Rio-Niterói - Rio de Janeiro

Pilares da Ponte Rio-Niterói

Durante a construção, muitas histórias foram sendo contadas entre os moradores dos dois lados da Baía da Guanabara. Como era o tempo em que havia censura no Brasil, o boca a boca começou a espalhar e criar histórias que hoje fazem parte do imaginário popular. Uma das mais famosas e que existem pessoas que juram ser verdade diz que para se construir as fundações da ponte, os chamados tubulões, outros tubos metálicos deveriam ser revestidos de concreto armado para dar estabilidade a estrutura. A base desses tubos deveria ser alargada e nesse processo de alargamento, operários deveriam entrar e trabalhar dentro do tubo. Com isso, alguns operários foram concretados junto com a base da obra.

Outra história muito comum, desta vez criada depois da construção da ponte  e de sua inauguração, com o início do tráfego no local, é a de aparições estranhas circulando nas horas de menor movimento: Mulheres vestidas de branco, noivas de vários estilos, homens de chapéu, ou vultos em tal formato e operários que parecem não ter se dado conta de que a obra já se encerrou. Mas esse já é assunto para outro artigo!!

Até a próxima!!

Veja também:7 fatos que você deveria conhecer sobre a Ponte Rio-Niterói

Como foi a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu??

7 fatos que você deveria conhecer sobre a Hidrelétrica de Itaipu

Fontes: O Globo, Mundo Estranho, PUC-Rio Digital, Diário do Rio