Como foi a construção da Usina Hidrelétrica de Itaipu??

Usina Hidrelétrica de Itaipu

A Usina Hidrelétrica de Itaipu é mundialmente conhecida e possui o posto de segunda maior usina hidrelétrica do mundo em potencia instalada e é um marco na história da engenharia. Assim sendo, hoje iremos contar um pouco de como foi construí-da.

Os planos

Na década de 60, os governos do Brasil e do Paraguai começaram as tratativas para o aproveitamento do potencial hidrelétrico do Rio Paraná, que marca a fronteira entre os dois países. De fato, nesse momento iniciaram-se os primeiros estudos de viabilidade realizados no ano de 1971 e a criação da entidade Itaipu Binacional que seria responsável pela execução de projetos na área e da construção de uma enorme usina hidrelétrica.

Usina Hidrelétrica de Itaipu

O início das obras

As obras se iniciaram no mês de janeiro de 1975, executadas pela empreiteira Mendes Junior, já em seu início realizaram a alteração profunda de todo o panorama da região. Foram trazidos milhares de trabalhadores de várias regiões do Brasil, foi utilizada a mão de obra de aproximadamente 40 mil trabalhadores durante toda a obra.

Uma das frentes mais importantes de trabalho foi a de mapeamento dos imóveis da região, um exército de trabalhadores executou um trabalho que consistia em identificar os proprietários de cada um dos locais que ficavam situados na área que seria inundada pelo lago formado no futuro após o enchimento do reservatório de Itaipu.

Usina Hidrelétrica de Itaipu

Quatro anos depois do início das obras, o Rio Paraná foi desviado de seu curso original através de canais de desvio construídos. Esses canais eram feitos para que a estrutura da usina pudesse ser construída, e assim sendo, a água corria ao lado do canteiro de obras. O canal provisório tinha 2 quilômetros de extensão e 80 metros de profundidade.

Em sua construção, foi utilizada uma quantidade de mais de 12 milhões de metros cúbicos de concreto. Só para exemplificar, essa quantidade era suficiente para construir mais de 200 Maracanãs. O ferro utilizado em suas fundações era suficiente para a construção de 380 torres Eiffel.

A conclusão

Apenas em outubro de 1982 as obras foram concluídas e se pode realizar o enchimento do reservatório. O planejamento era de que esse reservatório fosse completado em 90 dias, entretanto, devido as chuvas fortes que se deram na região na época, o reservatório se encheu em apenas 15 dias.

O primeiro conjunto gerador da usina entrou em operação apenas em 1984, e o que nem todo mundo sabe, é que as 20 unidades geradoras da usina não foram instaladas no mesmo ato do começo das operações, na verdade, apenas no ano de 2007 que a 20ª entrou em operação.

Um número elevado de pessoas, entre ambientalistas e voluntários, participavam de outra atividade extremamente importante. O salvamento dos animais que tinham seus habitats no reservatório, esses animais eram levados a áreas nas quais não haveria inundação. Mas mesmo quando o reservatório estava enchendo, essas pessoas lutaram bravamente para resgatar os últimos animais no 1350 quilômetros quadrados formados pelo lago de Itaipu.

sete_quedas1

Entretanto apesar da grande história, o reservatório de Itaipu sepultou definitivamente um dos pontos turísticos da região quando subiu acima das Sete Quedas.

A usina perdeu o posto de maior do mundo com a entrada em operação da gigantesca Três Gargantas, localizada na China. Mas mesmo assim, a sua história ainda é uma história de sucesso que merece ser relembrada. Hoje ela é um dos pontos turísticos que mais recebe visitantes no Brasil, tanto em visitas externas ou internas, diurnas ou noturnas.

Isto é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa fanpage no Facebook!!

Veja também: 7 fatos que você deveria conhecer sobre a Hidrelétrica de Itaipu

Fontes: Itaipu, Foz do Iguaçu Destino do Mundo, UOL, Mundo Educação, Brasil Escola