O desaparecimento dos faroleiros de Great Isaac Cay

  • por

Está feita a receita para o mistério: um farol perdido no meio do nada, em uma pequena ilha localizada no Caribe, dois faroleiros, uma tempestade e o desaparecimento dos dois. Sim, essa é mais uma história de mistério relacionado ao desaparecimento de faroleiros em uma ilha deserta tal qual aquela que contamos sobre os faroleiros da Ilha de Eilean Mor. Então, pegue sua lanterna e venha procurar conosco os detalhes da bizarra história do desaparecimento dos faroleiros de Great Isaac Cay.

Crédito: Michael S. King

O farol de Great Isaac Cay

Para conhecer um pouco desse mistério vamos nos transferir para as Bahamas, nos limites daquele que é conhecido como o Triângulo das Bermudas. A ilha onde se desenrolou todo esse mistério se chama Great Isaac Cay e se localiza a 32 km das Ilhas de Bimini. Um grande problema para quem tinha que trabalhar nela era que só é possível acessá-la por barco. Ademais, a estrutura que se ergue em seu território e chama a atenção de todos é um farol com 46 metros de altura erguido em 1859.

Além do farol, existem também algumas casas ocupadas pelos faroleiros na época em que o equipamento ainda não era automatizado. Esses edifícios se encontram em ruínas e fazem a alegria de turistas que visitam o local.

Os mistérios e lendas

É verdade que um local perdido no meio do oceano pode não chamar tanta atenção em um primeiro olhar desatento. No entanto, a ilha possui folclore e lendas muito interessantes. De acordo com as lendas locais, o farol foi erguido com a intenção de sinalizar aos barcos que passavam e assim evitar acidentes, que ocorriam com preocupante frequência.

Contudo, depois que construir a estrutura, passou a ser necessário que dois faroleiros ocupassem a ilha para operar o equipamento e logo depois disso, passou-se a relatar a existência de sons incomuns durante as noites de lua cheia. Além disso, conta-se a história de um naufrágio ocorrido no final do século XIX do qual sobreviveu apenas um bebê. Após esse acontecimento, passou-se a relatar a existência de uma alma penada que chora de tristeza durante as noites e, ao que tudo indica, seria a mãe da criança.

O desaparecimento dos faroleiros de Great Isaac Cay

Apesar de tais lendas existirem no local, o farol recebia, de forma constante e em regime de revezamento, equipes de dois faroleiros que se deslocavam até o local para operar e fazer a manutenção das estruturas de iluminação por um período de alguns dias. Ou seja, cada equipe de dois homens deveria tomar conta da estrutura e de seu funcionamento por alguns dias, até ser substituída por outra.

Em 4 de agosto de 1969, após a ocorrência do Furacão Anna, as autoridades se deslocaram até a ilha para averiguar se não havia ocorrido algum estrago ou ferimento nos dois homens que a guardavam, mas ninguém foi encontrado.

Investigações posteriores foram conduzidas e foi averiguado que os pertences dos dois homens se encontravam em seus alojamentos e nada indicava alguma luta ou crime. Nem mesmo qualquer sinal de seus corpos foi encontrado. As autoridades mantiveram a investigação em aberto por vários anos, mas não conseguiram responder o que teria ocorrido com os homens que guardavam o farol.

Entre as teorias levantadas pelos investigadores e por apaixonados pelos mistérios estão: A abdução alienígena, a histeria coletiva por medo da tempestade, um crime cometido por um deles e bem ocultado e o desaparecimento devido à tempestade. Não se descarta também a atividade criminosa de terceiros. Contudo, poucas pessoas acreditam nela depois de terem sido encontrados todos os pertences dos faroleiros e não haver uma motivação clara para isso.

Atualmente

Em parte por conta do mistério, mas também para seguir uma tendência mundial, o governo local resolveu automatizar o grande farol, desocupando a ilha. Na atualidade, vários prédios ainda são acessíveis e ilha recebe vários visitantes, principalmente velejadores durante viagens pelo Caribe. Entretanto, o governo mandou retirar as escadas do farol, para torná-lo inacessível e evitar vandalismo ou acidentes.

Isso é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa nossa página no Facebook para ficar por dentro das nossas postagens!!

Veja também: Poe Toaster – Mais um mistério de Edgar Allan PoeO Mistério do Caso Taman Shud – O Homem de Somerton

* Salvo aquelas que são de domínio público, todos os direitos autorais sobre as obras audiovisuais deste artigo pertencem aos seus proprietários.

Fontes (pesquisa e/ou material audiovisual): Atlas Obscura, Bahamas, Uncommom Caribbean