O acidente nuclear da Estação Estacionária Número 1

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email 0 0 Flares ×

SL1

A humanidade já coleciona vários acidentes nucleares ao longo dos anos desde que começou a utilizar a energia nuclear para vários fins: Chernobyl, Three Mile Island e Fukushima são os mais conhecidos, mas existem vários outros que valem a pena ser mencionados. Vamos conhecer hoje outro acidente nuclear praticamente desconhecido da população em geral, o acidente nuclear da Estação Estacionária Número 1.

Estação Estacionária Número 1

A Estação de Baixa Potência Estacionária Número 1, ou como era mais conhecida SL1, era um pequeno reator de baixa potência localizado no Laboratório Nacional do estado norte-americano de Idaho.

sl1-burial

No dia 23 de dezembro de 1960, o reator foi desligado com a intenção de que fosse realizada uma manutenção de rotina no dia 3 de Janeiro de 1961 e o reinício das operações no dia seguinte. John Byrnes, Richard McKinley e Richard Legg foram encarregados da realização de tal manutenção que se iniciou às 16 horas daquela tarde. No dia seguinte, por volta das 9 horas da manhã, vários alarmes dispararam no quartel dos bombeiros da cidade. Foi detectada radiação na estação SL1 Mas nenhum dos homens foi visto.

Após a chegada de homens com melhor equipamento para lidar com radiação, foi descoberto que ocorreu uma explosão no local quando Byrnes ergueu a haste de controle central do reator muito mais do que o necessário. Isso matou instantaneamente o próprio Byrnes e também Legg, deixando muito ferido o operário McKinley que veio a falecer logo em seguida.

Ao final, acreditou-se a ocorrência um acidente no momento da manutenção do reator. Apesar disso, muitas pessoas acreditam que Byrnes intencionalmente levantou a haste com a intenção de se suicidar pois o seu casamento estava em crise.

Com a enorme radiação que ficou presente no local foram necessários vários meses para desmontar a Estação SL1 e descontaminar as suas peças. Os corpos dos três operadores que morreram no acontecimento tiveram que ser enterrados em caixões de chumbo. Esse acidente entrou para história por ser o único acidente com reator nuclear nos Estados Unidos onde houveram vítimas fatais.

Até a próxima!!

Fontes: Tabuada, Listverse, Radiation Works, Passing Strangeness, Time Line