O assustador caso do triângulo de Bennington

floresta-escura

Existem locais ao redor do mundo que desafiam a nossa percepção da realidade e trazem mistérios que não podem ser solucionadas de forma fácil com aquilo que conhecemos. No artigo de hoje vamos falar de um desses locais, uma floresta quase desconhecida no estado de Vermont, nos Estados unidos. O local que ficou famoso por inúmeros desaparecimentos e deu início a teoria da existência do Triângulo de Bennington, uma área que entrou para a lista de lugares malditos do Planeta Terra. Vamos conhecer um pouco de sua história no artigo de hoje.

Antes de mais nada, devemos dizer que a região do Bosque de Bennington é formada por uma enorme e densa floresta, com grandes árvores e natureza exuberante, fica nas proximidades da Montanha Glastenbury e forma a parte do Green Mountain National Forest, um parque nacional norte-americano.

A história toda se inicia por volta de 1920, quando se começou a falar do desaparecimento de várias pessoas que visitaram o parque ou trafegavam nas estradas que ficam em sua proximidade, mas foi em um período de 1945 a 1950 que realmente o mistério ganhou forma e cresceu de forma exponencial. Durante esse período de apenas 5 anos desapareceram seis pessoas e, exceto em um caso, nunca se soube mais nada sobre elas. A partir disso, um jornalista local chamado Joseph Citro escreveu e documentou esses desaparecimentos estranhos e denominou o local como o Triângulo de Bennington.

Primeiros desaparecimentos

floresta

A primeira vítima do Triângulo de Bennington viu seu destino em 1945 e o evento atingiu o senhor Henry Macdovel, um paciente de um manicômio da região que estava recluso na instituição de saúde depois de ter sido condenado por causar a morte de outro homem. Relatos dão conta de que ele fugiu da instituição mental em direção à floresta e nunca mais deu sinais de vida. O interesse sobre o caso de Macdovel é que ele estava preso na instituição de saúde desde 1892, quando matou um colega de trabalho seguindo vozes de sua cabeça. O crime ocorreu na mesma região do Triângulo de Bennington.

Esse desaparecimento parece estar ligado com os posteriores já que ainda no ano de 1945 ocorreu o segundo caso. Middie Rivers era um experiente guia e conhecia o local como a palma de sua mão. Em 12 de novembro de 1945 o homem sumiu enquanto levava um grupo de turistas para a  realização de uma trilha pela área. Nunca se pode responder nada sobre seu desaparecimento e não foi possível encontrar seus restos mortais. Isso foi estranho já que a polícia realizou buscas em todo o local durante dias e as forças públicas foram apoiadas por vários voluntários que realizaram uma varredura minuciosa nos quatro cantos da ameaçadora floresta.

O desaparecimento mais famoso: Paula Welden

paula

Pouco mais de um ano depois do desaparecimento do guia local Middie Rivers, em 1º de dezembro de 1946, a estudante Paula Jean Welden, que na época tinha 18 anos e era uma apreciadora da natureza, entrou na floresta com o objetivo de realizar uma trilha na área. Paula foi sozinha e nunca mais retornou a sua casa.

Durante aquele dia, Paula subiu uma trilha no interior do parque e encontrou um grupo de pessoas que estavam retornando, fez algumas perguntas e seguiu andando em direção ao norte na parte da estrada da trilha que é hoje conhecida como Harbour Road.

Bennington

Como ela não retornou, a polícia foi avisada e se iniciaram buscas tanto no campus onde Paula estudava quanto na trilha que ela havia feito. Alunos e professores participaram das buscas organizadas e centenas de outros voluntários se espalharam pela mata para escanear o local, infelizmente sem sucesso.

Apesar de inicialmente todas as pessoas acreditarem que Paula havia se perdido na floresta, talvez tivesse se ferido e não pudesse retornar, depois que toda a área sofreu uma varredura minuciosa em nada dela foi encontrado outras teorias começaram a ser consideradas.

A polícia foi até a universidade onde Paula estudava e começou a investigar o seu desaparecimento. Teorias que começaram a ser estudadas levavam em consideração fatos da vida de Paula e algumas diziam que ela teria decidido fugir e iniciar uma nova vida; encontrado um amor secreto e decidido fugir com ele; sofrido algum machucado e ter perdido a memória. Algumas teorias mais obscuras especulavam que Paula estava deprimida e poderia ter cometido suicídio ou mesmo ter sido sequestrada ou assassinada por algum assassino desconhecido.

Até mesmo a polícia do estado vizinho de Connecticut tomou parte na investigação após o pedido do governador do estado de Vermont para que tal organização prestar assistência no caso. Mesmo assim, e com a investigação de testemunhas e suspeitos, nada pode ser esclarecido e seu desaparecimento permanece sendo um mistério.

No próximo artigo vamos continuar com a história sobre os desaparecimentos ocorridos no Bosque de Bennington e sobre as teorias que tentam explicar o misterioso caso.

Até a próxima!!

Veja também: O Mistério do Caso Taman Shud – O Homem de Somerton

A Misteriosa morte do lutador Chris Benoit

O mistério dos caixões que se movem sozinhos

O mistério do desaparecimento de Ilha Eilean Mor

O misterioso desaparecimento de Amelia Earhart

Fontes: O Universo Desconhecido, La Gaceta del Mistério, Super Curioso, Lo Que Nunca Viste, All That’s Interesting, Misterious Universe, Unsolved Histories e Listverse