O circo no Brasil – História e atualidade

0 Flares Facebook 0 Google+ 0 Email 0 0 Flares ×

Circo_Barum_01_KMJ

Uma pirueta, duas piruetas, bravo, bravo… É isso mesmo, hoje o nosso site vai entrar no mundo dos circos do Brasil. Essa atração que, em outras épocas, era uma das mais populares, e que com o passar do tempo foi perdendo terreno para outras espécies de entretenimento.

O ser humano se diverte em atrações mais ou menos parecidas com circos desde antes de Cristo, mas o circo moderno, com atrações parecidas com as atuais, remonta ao início do século XVIII. No Brasil, ele veio com imigrantes europeus que buscavam expressar a sua arte de forma coletiva ou individual e com isso em mente, adaptavam seus espetáculos conforme o gosto dos habitantes locais, retirando ou incorporando novas atrações a cada parada que faziam. Tinham destaque nessa época, os domadores de animais, os mágicos e ilusionistas e as pequenas apresentações teatrais.

Circo Portugal

Circo Portugal

Com o passar do tempo vieram o fenômeno da migração de pessoas do campo para as cidades grandes, as invenções de outras formas de entretenimento de massa como o rádio e a televisão, a proibição dos espetáculos com animais, além das grandes despesas que as companhias de circo possuem com o aluguel de terrenos, transporte, divulgação, entre outras, e essas variáveis foram lentamente tirando várias companhias do mercado. Estima-se que, na década de 60, circulavam pelos quatro cantos do Brasil mais de mil trupes e grupos circenses, acredita-se que hoje existam menos de 100 em atividade.

Circo

Os grandes circos, ou mais precisamente, aqueles que sobreviveram à decadência que o setor passou, apostam na profissionalização de seus quadros de funcionários, na segurança de seus equipamentos e na criação de novas atrações, principalmente musicais ou que tragam efeitos visuais de qualidade para o público.

O maior desafio para o circo do século XXI é aliar a tradição do bom circo às inovações que o público solicita, e nesse mundo rápido e que se altera a velocidade de um clique, a tecnologia é cada vez mais uma grande aliada dos grupo circenses. Ou seja, hoje em dia, os circos deixaram de ser um negócio de família, simples e gerenciado apenas no amor às artes circenses e passou a ser um negócio especializado, que requer inovação e especialização constantes.

Até a próxima!!

Veja também: 7 fatos que você deve conhecer sobre Sílvio Santos II

7 fatos que você deveria saber sobre Mazzaropi

Artista usa aparas de lápis para criar a sua arte

Fontes: Info Escola, Portal da Arte, Cultura Mix, História do Mundo, BBC, Folha de São Paulo