O Incidente do Golfo de Tonkin

vietnam

Muitas teorias da conspiração dizem que os Estados Unidos forjaram documentos e informações para pudesse ser declararada guerra ao Iraque. Essas teorias são criticadas por muitos por não haverem provas suficientes de que possa ter ocorrido de verdade, ao mesmo tempo, os seus defensores dizem que nunca foi provada a existência de armas químicas e a acusação foi apenas uma situação criada para que o Iraque fosse atacado. O que poucos sabem, é que a entrada dos Estados Unidos na Guerra do Vietnã foi fruto de uma situação que não chegou a ser totalmente inventada, mas que foi muito aumentada para dar as condições do congresso autorizar a ação militar. Conheça agora a história do incidente do Golfo de Tonkin.

280px-Gulf_of_Tonkin_location

Golfo de Tonkin

O evento que entrou para a história como o incidente do Golfo de Tonkin é também conhecido como o incidente do USS Maddox, pois esse era o nome do destróier americano que estava em missão de vigilância e espionagem na costa do Vietnã do Norte no dia 2 de Agosto de 1964.

USS Maddoxx

USS Maddox

Nessa data, o destróier entrou em águas territoriais do Vietnã do Norte, tal ato motivou o ataque de 3 lanchas torpedeiras da marinha norte-vietnamita. Devido à superioridade tecnológica, o navio americano acabou danificando duas das lanchas. O governo norte-vietnamita rapidamente afirmou que o navio norte americano estava em suas águas territoriais e que apenas por esse motivo o destróier foi atacado.

Novamente no dia 4 de agosto de 1964 a Marinha norte-americana, que nesta ocasião era representada naquele local pelo destróier USS Maddox e pelo destróier a USS Turner Joy, reportou novamente a presença de lanchas torpedeiras inimigas que se dirigiam em sua direção. Iniciou se uma pequena batalha da qual tomaram partes as embarcações americanas e alguns aviões que pertenciam a mesma força tarefa contra as supostas embarcações norte-vietnamitas.

USS Turner Joy

USS Turner Joy

O governo norte-vietnamita afirmou que ocorreu apenas um ataque no dia 2 de Agosto de 1964 e que nada ocorreu no dia 4 de agosto. Mesmo assim, o presidente norte-americano Lyndon Johnson conseguiu passar no congresso a autorização legal para que o país entrasse em guerra contra o Vietnã do Norte.

Logo em seguida O Ataque a Marinha Americana realizou ataques a várias bases Norte vietnamitas ao longo da Costa causando danos a de postos de combustíveis equipamentos de construção de torpedos.

A partir desse momento os Estados Unidos haviam oficialmente entrado na Guerra do Vietnã, conflito que causou a morte de mais de 4 milhões pessoas ao longo dos 20 anos em que foi travado.

Ao longo dos anos muitas suspeitas foram levantadas sobre a real existência de lanchas torpedeiras norte-vietnamitas lutando contra os navios americanos. Esse tema acabou sendo objeto de uma teoria da conspiração, com muitas pessoas defendendo a veracidade da história e muitos condenando a ação militar e dizendo que tudo não passou de uma invenção. Pouco tempo depois, a teoria da conspiração se tornou real.

Isso acabou ocorrendo no ano de 2005, quando alguns documentos pertencentes à agência de segurança nacional, a NSA, acabaram vindo a público demonstrando que a presença das lanchas torpedeiras da Marinha norte-vietnamita nunca foram confirmadas, tais documentos ainda indicam que, como o próprio presidente Lyndon Johnson afirmou em 1967, nesse episódio a marinha americana não estava atirando em nada.

Até a próxima!!

Fontes: Piratas Y Emperadores, Paradigmatrix, Militar, Espectador Interessado