O que foi a Ferrovia do Diabo??

ferrovia do diabo

Você já deve ter ouvido falar na Ferrovia do Diabo, que possui o nome oficial de Estrada de Ferro Madeira-Mamoré. A estrada de ferro está localizada em Rondônia no Norte do Brasil, mas você sabe o que ela foi ou porque ela tem esse nome?

História

A história tem início ainda no século XIX, quando se planejou construir uma estrada de ferro entre os rios Madeira e Mamoré para escoar a produção de borracha do Brasil e da Bolívia. No ano de 1870 o imperador brasileiro Dom Pedro II deu ao Coronel Earl Church a concessão para realizar a construção dessa ferrovia dentro do território brasileiro.

efmm3

Aí começa a saga, desde que Church conseguiu o empréstimo inglês para construir a obra até o ano de 1878, três empreiteiras abandonaram o trabalho, que só foi licitado novamente em 1905. Dessa vez, vencida pelo empresário Joaquim Catrambi que logo em seguida vendeu o contrato para o empresário norte americano Percival Farquhar.

Farquhar prosseguiu com a construção da ferrovia, sendo que, dos 366 quilômetros projetados, haviam somente sete quilômetros construídos até então. Apenas no ano de 1912 a ferrovia foi inaugurada.

Somente no período sob as ordens de Farquhar mais de 20 mil homens trabalharam na obra, eles vinham de mais de 50 países diferentes, dos quatro cantos do mundo, infelizmente, muitos deles nunca retornaram aos seus lares.

A causa do terrível nome

Apesar de ser uma história de superação, a ferrovia ficou mais conhecida por ter tido um número expressivo de mortes durante a sua construção. Alguns diziam que a Ferrovia Madeira Mamoré tinha um morto a cada dormente que havia sido assentado. Estatísticas dão conta de que faleceram aproximadamente 10 mil pessoas ao todo, 6 mil após Farquhar começar os trabalhos.

ferrovia do diabo

A principal causa das mortes foram as doenças, principalmente a malária, o beribéri e a febre amarela; em 1910, a preocupação com as doenças foi tão grande, que foi chamado o sanitarista Osvaldo cruz até os canteiros de obras para reduzir as doenças que assolavam os trabalhadores.

Muitos homens perderam tudo o que tinham: sua vida ou sua sanidade mental pela construção da estrada. Mas, apesar de tanto esforço, ela não funcionou por muito tempo já que, 1972, foi desativada pelo governo militar após a construção de estradas ligando a região ao resto do Brasil. Por isso, com o passar do tempo, a estrada de ferro passou a ser conhecida como a Ferrovia do Diabo.

A ferrovia nunca foi ligada a outras, demonstrando a falta de planejamento de nosso país. Após o encerramento de suas atividades a maior parte de sua estrutura foi totalmente abandonada e assim sendo está hoje alvo da ferrugem.

Assombrada??

Alem disso, a ferrovia de tantas desventuras carrega hoje a fama de ser assombrada. Com o tempo, foram sendo colecionados muitos relatos dos moradores de suas redondezas que ouvem um apito de uma antiga locomotiva. Surpreendentemente, a Maria Fumaça é ouvida ao longo da ferrovia pela qual não passam mais trens ou podem ser vistos os antigos trabalhadores que nunca puderam retornar as suas casas ao redor dos trilhos.

Isto é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Veja também: O mistério do NC16002

Curta nossa Fanpage no Facebook!!

Fontes: Fiocruz, G1, Abril, Folha, Notícia na Hora