O que foi o Massacre da Praça da Paz Celestial

ch-praca-tiananmen-china-01

Grandes protestos contra governos constituídos sempre geraram conflitos e mudanças nos panoramas políticos dos locais onde foram realizados. Um dos mais famosos é o que foi registrado na Praça Tian’anmen, na cidade de Pequim, em 1989. O evento histórico que ficou mais conhecido como o Massacre da Praça da Paz Celestial. Conheça hoje a sua história.

O final da década de 80 trouxe consigo a abertura política e econômica em vários países socialistas ao redor do mundo, isso acabou alterando seus regimes e as liberdades da população. Nessa mesma época, fatores internos da política chinesa descontentavam o povo, fazendo com que a população urbana se organizasse com o intuito de protestar contra a situação que era vivida no país.

praça da paz celestial

O que narraremos hoje se iniciou em 15 de abril de 1989, a partir dessa data, milhares de manifestantes, entre eles: estudantes universitários, intelectuais e trabalhadores urbanos, enfrentaram a polícia e o governo com as suas ordens de dispersão e acamparam na Praça da Paz Celestial. Entre as reivindicações do grupo estavam os pedidos de melhorias em suas vidas e uma maior liberdade política, a exemplo da onda que já varria o mundo socialista.

Várias tentativas de dispersar os manifestantes foram feitas, os manifestantes permaneciam acampados no local sem desistir de seus propósitos. Em 20 de maio foi decretada lei marcial, os jornalista estrangeiros que cobriam o acontecimento foram expulsos e proibidos de realizar a cobertura do que ocorria.

O governo decidiu por fim que a solução seria a repressão violenta para expulsar os manifestantes que ainda permaneciam mobilizados, Em 3 de junho, a praça foi cercada pelo exército chinês que encurralou os manifestantes com a sua infantaria e tanques. No dia 4 de junho as forças militares avançaram promovendo  um grande massacre.

Não se sabe ao certo qual o número exato de vítimas, os números são variados e até hoje o governo chinês não assume que ocorreu alguma morte na praça, mesmo nos dias atuais, o tema é espinhoso e proibido, no país a internet não mostra resultados quando se pesquisa sobre o tema e a praça é patrulhada no dia 4 de junho todos os anos para evitar que se faça qualquer homenagem aos mortos daquele dia.

tanques

A tragédia alçou um herói desconhecido para a fama, creio que todos lembram do homem que parou uma coluna de tanques que avançavam na rua na ocasião. As imagens mostram inclusive que ele subiu no primeiro tanque da fila e falou com os soldados em seu interior. Infelizmente, ninguém sabe a sua identidade ou seu destino depois do desafio que fez. Teorias dão vários paradeiros ao homem, que ele teria sido preso, executado ou que teria fugido do país. De qualquer forma e mesmo que não se saiba exatamente sua identidade ou paradeiro, o rebelde desconhecido da Praça da Paz Celestial foi eleito uma das cem pessoas mais influentes do século XX.

Até a Próxima!!

Veja também: Shih Ching a maior pirata dos sete mares

A Grande Muralha pode ser vista do espaço??

O Mistério do Caso Taman Shud – O Homem de Somerton

Fontes: Superinteressante, Info Escola, BBC, DW, G1, Correio Braziliense