Quem foi Deodoro da Fonseca

deodoro

O marechal Manuel Deodoro da Fonseca, além de ser o nome de várias ruas e praças Brasil afora, foi o primeiro presidente do Brasil após a proclamação da república. Na postagem de hoje, trazemos quem foi o marechal Deodoro da Fonseca:

Deodoro da Fonseca nasceu em uma família militar, no dia 5 de agosto de 1827, na cidade de Alagoas da Lagoa do Sul, estado de Alagoas, estudou no Colégio Militar do Rio de Janeiro e formou-se no ano de 1847, no curso de artilharia. Lutou na Guerra do Paraguai, sendo comandante do segundo Batalhão de Voluntários da Pátria.

Republica1889

A principal participação de Deodoro da Fonseca foi em relação com o fim do Império, apesar de ser amigo e dever favores a Dom Pedro II, começou a ter desavenças com o governo central, devido a nomeação de um desafeto seu para o governo da Província do Mato Grosso, onde era comandante militar.

Vendo as características do marechal, os republicanos aproximaram-se dele com a ideia de realizar o golpe militar, no dia 14 de novembro de 1889, espalharam o boato de que o Visconde de Ouro Preto havia expedido uma ordem de prisão contra Deodoro, isso acabou por ser o pontapé que faltava para que ele realizasse a proclamação da república no dia seguinte.

Benedito_Calixto_-_Proclamação_da_República_1893

Foi o primeiro presidente do Brasil, e seu governo foi marcado pela instabilidade política e pelas tentativas de consolidar o regime, também ocorreu a crise do encilhamento, uma crise financeira na qual o ministro da economia Rui Barbosa autorizou os bancos a emitirem papel moeda sem lastro em metais preciosos, o que ele queria era dinamizar a economia, alterando o panorama rural de nosso país com a criação de indústrias, mas na verdade, causou a hiperinflação.

No ano de 1991, com o governo impopular, desgastado pela crise econômica e pela tentativa de Deodoro de instaurar uma ditadura, foi deflagrada a primeira revolta da armada. Em 23 de novembro de 1891 o almirante Custódio de Melo apontou os canhões do Encouraçado Riachuelo para a cidade do Rio de Janeiro, ameaçando bombardear a cidade caso Deodoro não renunciasse.

Após a renúncia do marechal, o vice-presidente Floriano Peixoto assumiu a presidência, o marechal faleceu menos de um ano depois, em agosto de 1892, sendo enterrado com honras militares.

Até a próxima!!

Fontes: Info Escola, Brasil Escola, UOL, EBC