SM 62 – O míssil nuclear que atingiu o Brasil

  • por

Como todos nós sabemos, o Brasil não é muito conhecido por guardar a sua história e o artigo de hoje contará uma história que não foge dessa regra: SM-62, o míssil nuclear que atingiu o Brasil. Mas, antes de começarmos, fazemos a pergunta: Você já ouviu falar desse caso?? Então, vamos conhecer esse caso pitoresco da nossa história.

SM-62 Snark, o míssil nuclear que atingiu o Brasil

Antes de mais nada é importante conhecermos a arma que atingiu o nosso território: O míssil Northdrop SM-62 Snark. Ele fazia parte de um projeto com o intuito de criar um míssil de cruzeiro com a capacidade de cruzar grandes distâncias e realizar ataques nucleares, com poder de 3,8 megatons (o equivalente a pouco mais de 250 bombas de Hiroshima) a até 10200 quilômetros de distância.

Com a passagem do tempo, outros projetos mais exitosos, precisos e modernos foram tomando o lugar do SM-62 e, apesar da previsão inicial de estar operacional em 1953, o projeto não teria saído do papel até 1959. O projeto foi abandonado em março de 1961, menos de um mês após ter sido declarado plenamente operacional, por haver muitas outras possibilidades mais eficientes.

Além disso, uma capacidade incomum do SM-62 era a capacidade de voar para longe por um período longo e depois retornar para pouso. Se sua ogiva não fosse lançada, o Snark poderia ser voado por várias vezes. Como o artefato não possuía trem de pouso, era necessária a escolha de uma superfície plana e nivelada.

Um míssil nuclear caindo no Brasil

Como dissemos, haviam vários outros projetos de mísseis mais eficientes e precisos que o SM-62. Um fato sobre ele é que os militares norte-americanos diziam que o Mar do Caribe estava infestado por mísseis do tipo. Isso era dito pois, os mísseis costumavam se perder de forma comum e cair no mar. Outro fato que surpreendia a cúpula das forças armadas norte-americanas era a existência e manutenção do projeto por tantos anos, mesmo com tantas falhas em seu sistema de orientação.

Pois bem, chegamos ao final do ano de 1956, quando foi lançado um desses mísseis em uma missão de rotina sem carga explosiva: O artefato deveria alçar voo da base de Cabo Canaveral, chegar até a Ilha de Porto Rico e depois retornar até a origem. No entanto, o míssil não obedeceu a sua rota planejada e passou direto até a América do Sul. A ultima notícia que se teve dele foi durante a sua passagem pela Venezuela.

Cruzando a fronteira

No Brasil, o artefato passou por várias cidades e até mesmo pela capital do estado do Pará, Belém. As autoridades militares dos Estados Unidos informaram ao governo brasileiro, de forma quase imediata, que um míssil de longa distância, sem carga nuclear, possivelmente teria atingido o território brasileiro.

O governo brasileiro se comprometeu a procurar o artefato, que poderia estar na Região Nordeste do Brasil. Contudo, não foram registrados esforços oficiais nesse sentido em nenhuma época. Então, foi somente no início do ano de 1983 que o artefato foi encontrado no interior do estado do Maranhão por caçadores que percorriam uma região inóspita. Alguns dias depois, o embaixador norte-americano foi informado do ocorrido.

Isso é tudo por hoje e assim sendo, até a próxima!!

Curta nossa fanpage no Facebook!!

Veja também: O que é a Síndrome da Guerra do Golfo7 armas introduzidas na Primeira Guerra Mundial

Fontes: Revista Veja, Jornal O Globo, Meio Bit, GBN News, Tees Brazil